Sherlock!

O mundo está cheio de coisas óbvias que ninguém jamais observa.Sherlock Holmes – BBC

Mais uma sugestão/dica de uma série, que creio que tem o poder de nos fazer mudar. A dica agora é com outra séria televisiva, Sherlock. Como fiz anteriormente uma pequena e simples análise da série americana Elementary, agora nada mais justo que falar da série britânica Sherlock.

Não vou me ater aos detalhes midiáticos, ou seja, que é uma série para televisão, que visa o lucro, sabemos bem disso! Mas vou me ater a qualidade artística e transformadora que ela tem…. ahh isso tem!

Sherlock é uma série britânica, cuja primeira aparição acontece em 2010! Se pensarmos bem, ela já é relativamente antiga, com 5 anos de exibição. Cada episódio dura 90 min, praticamente um filme por episódio!

A qualidade artística da série é impecável! O cenário, as tomadas de filmagem, a fotografia são um espetáculo! A Londres moderna da qual Sherlock vive, é pulsante, suja e respira tão rapidamente quanto qualquer capital moderna!

Mas o ponto principal de Sherlock é justamente Sherlock!

Interpretado por Benedict Cumberbatch, é absurdo o nível de compreensão que ele consegui chegar! Dizendo apenas como um leigo, que compreende brevemente a arte da atuação, é palpável o quanto Benedict É Sherlock Holmes! É assustador o nível que ele conseguiu para representar tão bem Sherlock Holmes.

É muito, mas é muito fiel a proposta de Sherlock Holmes… Nos livros, Sherlock é visto como um cara lógico, frio, muitas vezes arrogante – um detetive genial mas com uma personalidade bem peculiar e excêntrica. Na série ele é tudo isso e mais ainda. De fala extremamente rápida, com pouca/nenhuma empatia com o próximo, com deduções geniais e sem nenhum envolvimento social – cuja a única motivação é essa, desvendar os crimes e fazer seu intelecto trabalhar a todo instante.

E ainda ele consegue ser carismático e mesmo com essa personalidade terrível, cada episódio vamos gostando cada vez mais desse detetive-consultor Sherlock Holmes!

Além da atuação sobre-humana de Benedict, algo que a série faz muito bem é expor a sua Ciência da Dedução! Nos livros isso é mais visível, mas na série britânica se dá um pouco mais de ênfase e explicação de como Sherlock Holmes faz as suas incríveis deduções.

E se entendermos não é nada de secreto e nem místico. Sherlock Holmes, usa de algo que temos… a pura e infalível – observação! Sim meus amigos e amigas, todos carregamos o gênio de um detetive genial em nossas essências. Como ele mesmo diz no livros e na série “Você vê mas não enxerga!”

Uma coisa que observei no decorrer da série, é que ela se apropria de alguns conceitos dos filmes interpretados Robert Downey Jr. Principalmente a trilha sonora e alguns efeitos de câmera. Existem momentos, nas lutas por exemplos, que a cena meio que congela, isso é igual nos dois. Também nos momentos mais deliciosos, que são as cenas onde Sherlock, usando usa observação extremamente apurada, vai tirando as conclusões em cada parte que seu olho observa, é outra caraterística que ocorre nos dois.

Mas isso é apenas uma crítica pequena ao tamanho do brilhantismo da série. Ela se ambienta no mundo moderno, então se Sherlock Holmes era um detetive veloz, com a tecnologia e de hoje ele fica impossível…. É difícil acompanhar a leitura da legenda em muitos momentos! Mesmo Benedict, confessou que para ele é difícil falar tão rápido e com tanta coerência!

Em suma, vale demais assistir Sherlock. É extremamente divertido e mais ainda, é muitíssimo inteligente… Algo que achei brilhante é que TUDO está nas cenas! Nós mesmos, como espectadores, podemos concluir o que Sherlock conclui… E com o decorrer da série, a gente vai treinando e vamos ouvindo e observando coisas que deixávamos passar!

Isso é o mais marcante! O quando ela te modifica a pensar…. a dar atenção aos detalhes, a sentir de fato com todos os sentidos e ter a certeza que toda a informação, por menor que seja, é válida! Um andar vacilante, uma expressão rápida no rosto, uma unha quebrada… tudo serve de conteúdo para uma conclusão!

Esse é o brilhantismo de Sherlock Holmes, tanto nos livros quanto nas diversas adaptações! Ele diz o óbvio e o diz com arrogância, já que ele é o único que o faz. Ele prova o como as pessoas comuns perderam a capacidade de ver, não estando atentas as pequenas singularidades da vida… uma única palavra pode mudar tudo e de fato muda ao observador atento!

E um bônus, a série é permeada com um humor britânico impecável, que mesmo nos mais rabugentos vai tirar ao menos um sorriso! Tiradas inteligentes, engraçadas e sátiras no bom estilo inglês!

Eu poderia falar mais e mais, mas creio que já atingi o meu objeto, provocá-los o suficiente para assistir! Enfim, assistam! Vale cada momento e duvido muito que vocês não saiam dela no mínimo, mexidos… é daquelas obras que mexem com nosso espirito!

Artigos Relacionados