Palácio Mental!

Existiu um poeta lírico grego, chamado de Simónides que graças a sua fama e eloquência, foi contratado pelo rei de Céos, a declamar sua poesia e obra em um banquete, para divertir e alegrar os convidados. Simónides então, durante o banquete realizado no palácio real, declamas suas poesias e tece elogios e honras ao rei de Céos. Em algumas versões dessa história, não ao rei, mas a um vencedor desportista, que Simónides havia sido contratado para homenagear e enobrecer suas virtudes atléticas. Mas Simónides, além do esperado, acrescenta elogios especiais a dois heróis mitológicos, Castor e Polux.http://penaespada.com.br/wp-includes/js/tinymce/plugins/wordpress/img/trans.gif Continue lendo…

Sherlock!

O mundo está cheio de coisas óbvias que ninguém jamais observa.Sherlock Holmes – BBC

Mais uma sugestão/dica de uma série, que creio que tem o poder de nos fazer mudar. A dica agora é com outra séria televisiva, Sherlock. Como fiz anteriormente uma pequena e simples análise da série americana Elementary, agora nada mais justo que falar da série britânica Sherlock. Continue lendo…

Best friends forever?

Em algum momento, tanto homens quanto mulheres já caíram ou irão cair nessa de best friends. O mito do melhor amigo é aquele amigo/a que sempre sai com você, sempre está disponível para você, está sempre te ajudando, te apoiando, te dando força… é o amigo para tudo! O melhor amigo ou amiga!

Realmente existem relacionamentos assim e não é difícil de ver não. Acontece que o best friend às vezes, não é tão best assim. Existem segundas intenções por trás de um amigo tão carinhoso, tão fofinho e tão perfeito… Ele quer algo a mais com essa amiga/o que nem sonha com isso… Continue lendo…

Pega mas não se apega

A deusa da criatividade às vezes demora em dar o ar de sua graça para nós pobres mortais. Por ser uma mulher, ela é bem intempestiva. Há momentos que nós não podemos nem chegar perto e em outros, bem, ela está lá, cheia de amor e carinho para compartilhar com os simples mortais que somos…

Como toda deusa, ela é exigente, delicada e temperamental! Quando nós, mortais, a queremos, só de birra, ela não vem. Apenas para nos atormentar, nos torturar um pouco mais, para ficarmos plenamente necessitados dela. E é verdade, quando mais a queremos, mais ela se diverte em fugir e rir da nossa cara… Continue lendo…